Redes Neurais Artificiais – A realidade da silvicultura brasileira

A implementação de técnicas de inteligência computacional na ciência florestal, como as Redes Neurais Artificiais (RNA), permite obter estimativas com elevada exatidão de características quali e quantitativas de povoamentos florestais e processos industriais.Diversas empresas do setor florestal estão utilizando essa tecnologia, com reduções expressivas nos custos de processamento e coleta de dados em campo.

Várias são as aplicações dessa tecnologia, podendo destacar a estimativa de altura e forma das árvores no inventário florestal, redução no número de parcelas e árvores mensuradas em campo, contagem de árvores a partir de imagens de VANT’s, estimativa de densidade da madeira, do volume de madeira empilhada, do enraizamento de mudas, dentre outras.Percebe-se que, com a utilização dessa ferramenta, pode-se reduzir os custos de coleta de informações e melhorar a assertividade das estimativas geradas.

Leia Mais em: http://www.revistacampoenegocios.com.br/redes-neurais-artificiais-a-realidade-da-silvicultura-brasileira/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *